Página 1 de 3 123 ÚltimoÚltimo
Resultados 1 a 10 de 24
  1. #1
    :D Avatar de Nagato
    Data de Ingresso
    14/02/15
    Localização
    Brasil
    Posts
    940

    Dubladores que ficaram "famosos" com "pouco tempo" de dublagem

    Tópico para citar dubladores que ficaram conhecidos com pouco tempo de carreira, ou seja, dublaram personagens importantes desde cedo.
    Como "pouco tempo" é bem relativo eu deixo aqui uma marca de no máximo 2 ou 3 anos de carreira.
    Exemplo: Robson Kumode dublando Sasuke.

  2. #2
    digite aqui sua mensagem pessoal
    Data de Ingresso
    15/07/12
    Idade
    29
    Posts
    9.757
    Robson Kumode não dublou o Sasuke com 2 anos, mas com 6 meses de carreira.

    A Carol Valença dublou o Doraemon com + ou - 1 ano de carreira, que eu lembre. Depois foi no embalo em Supergirl, One Piece e outros trabalhos de renome.

    O Lucas Almeida também ganhou destaque com o Sinbad do anime Magi, dublando ele aí com 6 meses de profissão.

    Se for falar de dubladores mirins tanto no RJ quanto em SP a coisa já muda um pouco de figura, já que a renovação é constante.


    Mas, fora os mirins, são casos esporádicos. Não lembro de mais nenhum, na prática. O que mais tem é o contrário, gente que tá aí há 5, 10, as vezes até 15 ou 20 anos no mercado sem o destaque merecido.
    Última edição por SuperBomber3000; 17/06/20 às 04:56.

  3. #3
    digite aqui sua mensagem pessoal Avatar de Reinaldo
    Data de Ingresso
    12/11/04
    Idade
    34
    Posts
    17.742
    Vitor Mello no principal de Atypical. começou a dublar com alguns meses antes na dublagem.

  4. #4
    digite aqui sua mensagem pessoal
    Data de Ingresso
    05/11/10
    Posts
    1.329
    Citação Postado originalmente por SuperBomber3000 Ver Post
    O que mais tem é o contrário, gente que tá aí há 5, 10, as vezes até 15 ou 20 anos no mercado sem o destaque merecido.
    10, 15 anos? Olha, eu só me lembro de um caso de alguém que se enquadra nisso. Se passou disso e não tem destaque, geralmente é mais questão de talento do que outra coisa...

  5. #5
    digite aqui sua mensagem pessoal
    Data de Ingresso
    17/07/12
    Idade
    30
    Posts
    441
    É um assunto polêmico. Como todo mundo já sabe que a indústria da dublagem brasileira tem o lado que não é flor que se cheire, a única coisa que me faz acreditar que esses dubladores conseguiram destaque tão rápido no ramo é: influência. Algum parente, amigo, conhecido de dentro da dublagem que fez a pessoa se destacar tão rápido. E sinceramente, não me surpreenderia, isso é comum em qualquer profissão, infelizmente. O próprio Júnior Nanetti já falou em entrevista que meio que teve que "mendigar" atenção de alguns dubladores, pedindo pra conhecer estúdios na cara dura, pra acompanhar trabalhos e por aí vai. Ele teve que "meter as caras" pra finalmente ter o seu destaque, depois de 10 anos, que foi dublar o Champa.

    É, amigos...isso é um banho de água fria pra qualquer pessoa que queria entrar no ramo. E infelizmente ainda tem dublador que tenta vender a imagem de que tudo são mil maravilhas.

  6. #6
    digite aqui sua mensagem pessoal
    Data de Ingresso
    05/11/10
    Posts
    1.329
    A dublagem é um ramo fechado, mesmo.
    Mas qual ramo artístico não é? A maioria das pessoas que tenta viver de arte tem problemas pra se sustentar, a verdade do nosso país é essa.
    Mas por algum motivo, talvez pelo fato do salário não ser astronômico e os dubladores serem mais "povão" que os atores da Globo, por exemplo, as pessoas esperam que a dublagem seja mais palpável e acessível que as outras áreas do meio artístico. E não tô falando de ninguém do tópico, mas tem gente que se frustra e começa a virar hater de dublagem e dublador na Internet. E é até dono de grupo sobre o tema, achando que é fã.

  7. #7
    digite aqui sua mensagem pessoal
    Data de Ingresso
    15/07/12
    Idade
    29
    Posts
    9.757
    Citação Postado originalmente por Kevinkakaka Ver Post
    10, 15 anos? Olha, eu só me lembro de um caso de alguém que se enquadra nisso. Se passou disso e não tem destaque, geralmente é mais questão de talento do que outra coisa...
    Ou então a pessoa não conseguiu se enfiar nas panelinhas. E a questão das panelinhas é foda. No Rio, mais ainda do que em SP. Muitas delas são ultrafechadas.

    Até tem casos de gente que eventualmente larga o meio e foca em outras profissões e atividades. Nathalia Pitty começou em 97 criança, mas aparentemente deu uma pausa, dublou muito pouco na segunda metade da década de 2000 e só voltou a ter destaque na década de 2010, por exemplo. Pierre Bittencourt é outro que começou criança, parou por muitos anos, mas voltou com tudo na década em questão. Walter Breda é outro que eventualmente sai da dublagem e vai pra TV, e assim por diante. Tem esses casos.

    Isso tem muito mais a ver com o enchimento do mercado do que com talento. Entra muita gente na dublagem, mas permanecer nela é difícil. E não dá pra dizer que "ah, é só aguentar ficar 5, 10 anos APENAS fazendo pontinha que daqui a pouco você consegue", se a pessoa aguenta isso, ela é guerreira, no mínimo.


    Citação Postado originalmente por H4RRY Ver Post
    É um assunto polêmico. Como todo mundo já sabe que a indústria da dublagem brasileira tem o lado que não é flor que se cheire, a única coisa que me faz acreditar que esses dubladores conseguiram destaque tão rápido no ramo é: influência. Algum parente, amigo, conhecido de dentro da dublagem que fez a pessoa se destacar tão rápido. E sinceramente, não me surpreenderia, isso é comum em qualquer profissão, infelizmente. O próprio Júnior Nanetti já falou em entrevista que meio que teve que "mendigar" atenção de alguns dubladores, pedindo pra conhecer estúdios na cara dura, pra acompanhar trabalhos e por aí vai. Ele teve que "meter as caras" pra finalmente ter o seu destaque, depois de 10 anos, que foi dublar o Champa.

    É, amigos...isso é um banho de água fria pra qualquer pessoa que queria entrar no ramo. E infelizmente ainda tem dublador que tenta vender a imagem de que tudo são mil maravilhas.
    Pra ser justo, o Júnior chegou a fazer outras coisas grandes antes do Champa, principalmente no que se refere aos games. Mas sim, o Champa foi um dos grandes trabalhos da carreira dele desde então.

    Porém, eu concordo contigo que existe um lado na profissão que não é legal. Claro que networking em qualquer profissão é algo válido e necessário, mas na dublagem existem outros fatores - desagradáveis e tristes, é bom deixar claro - que a gente sabe quais são.

    E fora o Júnior, eu lembro de vários outros casos que demoraram 10 anos ou mais pra engrenar, por sorte, alguns desses quando engrenaram, engrenaram de vez e não pararam mais, como o Wallace Raj quando virou coordenador/diretor na Marmac, por exemplo. O cara decolou na profissão de um jeito merecido de 2013 em diante e hoje já tá firmado.

    Um caso muito emblemático que me deixa com a pulga atrás da orelha é o do Marcos Hailer. O cara começou a carreira nos anos 90 e início dos 2000 relativamente bem, mas foi só ser substituído em Family Guy (ele foi a primeira voz do Chris Griffin, antes do Yuri, pra quem não se lembra) que foi, digamos, pra um tipo de ostracismo, talvez não no meio em si, mas com o público e em termos de reconhecimento de trabalho, e já tem uns 15 anos ou mais que eu só o escuto em papeis muito pequenos ou pontas. Ele faz muitas pontas em várias casas, o que deve render uma grana razoável, mas não o escuto em papeis grandes hoje em dia, o que é uma pena.

  8. #8
    digite aqui sua mensagem pessoal
    Data de Ingresso
    23/11/11
    Posts
    4.010
    Acho que um dos exemplos mais conhecidos é o do Raphael Rossatto. Seu primeiro trabalho foi cantando em Enrolados, o que fez muita gente fazer comparações entre ele e o Luciano Huck no Flynn Rider.
    "Tá loca, está onde México:

    Aqui sim desgosto, oitenta e cinto.
    Que dirá.. não... queridá... Chiquititinha.
    Lhe sucata onde. E na alergia eu sentei pela loucura, tô com um mico que vai votar.
    "

    Del Ocho, Chavo

  9. #9
    digite aqui sua mensagem pessoal
    Data de Ingresso
    15/07/12
    Idade
    29
    Posts
    9.757
    Citação Postado originalmente por RHCSSCHR Ver Post
    Acho que um dos exemplos mais conhecidos é o do Raphael Rossatto. Seu primeiro trabalho foi cantando em Enrolados, o que fez muita gente fazer comparações entre ele e o Luciano Huck no Flynn Rider.
    É um bom exemplo no Rio, junto com o Daniel Müller.

    Alguém sabe quantos anos de carreira tem a Raquel Masuet? Ela do nada começou a dublar um monte de animes na Som de Vera Cruz, o que deu certa visibilidade pra ela.

  10. #10
    :D Avatar de Nagato
    Data de Ingresso
    14/02/15
    Localização
    Brasil
    Posts
    940
    Citação Postado originalmente por SuperBomber3000 Ver Post
    É um bom exemplo no Rio, junto com o Daniel Müller.

    Alguém sabe quantos anos de carreira tem a Raquel Masuet? Ela do nada começou a dublar um monte de animes na Som de Vera Cruz, o que deu certa visibilidade pra ela.
    Aline Guioli também, não?

Página 1 de 3 123 ÚltimoÚltimo

Tópicos Similares

  1. dubladores que dublaram outro personagem em vez do seu "boneco" no mesmo filme
    Por joselito de oliveira no fórum Falando de Dublagem
    Respostas: 95
    Último Post: 29/11/20, 12:03
  2. Respostas: 91
    Último Post: 28/08/20, 00:27
  3. "Disputa entre dubladores e estúdios vai parar na polícia"
    Por Renato R! no fórum Falando de Dublagem
    Respostas: 27
    Último Post: 16/08/18, 23:26
  4. O Natal da Princesa Encantada não mantém os "dubladores originais"
    Por Edu Ferreira no fórum Falando de Dublagem
    Respostas: 4
    Último Post: 04/01/15, 20:28
  5. Respostas: 4
    Último Post: 18/11/12, 20:55

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •