Página 3 de 17 PrimeiroPrimeiro 1234513 ... ÚltimoÚltimo
Resultados 21 a 30 de 169
  1. #21
    digite aqui sua mensagem pessoal Avatar de Kenta
    Data de Ingresso
    03/01/11
    Idade
    29
    Posts
    390
    Concordo que a dublagem tem que seguir fielmente o teor do texto original; se tem palavrão, tem que colocar palavrão na dublagem. Essa atitude de ficar "limpando" os diálogos dublados acaba contribuindo pra deixar o texto traduzido bem menos natural, tem certas coisas que soam completamente falsas porque no vídeo fica claro que a pessoa tá puta da vida, mas solta uma coisa tipo "vai se danar", o que soa completamente irreal (por melhor que o dublador seja), especialmente quando sabemos que ela não diz isso no original. Enfim, isso de ficar deixando a dublagem livre de palavrões é, a meu ver, uma atitude burra. Os filmes que contém palavrão são direcionados a um público que é apto a ouvir palavrões, é tudo uma questão de saber direcionar os conteúdos. E digo isso pra todas as mídias, de cinema à TV aberta.

    Sou fã demais de dublagens super soltas e bem feitas que contém palavrão, tipo Trovão Tropical, Pagando Bem Que Mal Tem, Entre o Céu e o Inferno, Amor e Outras Drogas, etc. Mas claro que precisa rolar a harmonia do filme ser bem escalado e interpretado o que, com sorte, aconteceu na maioria dos casos de filmes com linguagem pesada que eu assisti. Inclusive tenho notado um aumento na quantidade de filmes com palavrões em dublagens atuais, mesmo que algumas não tenham um uso constante; suavizam alguns, mas liberam outros.

  2. #22
    digite aqui sua mensagem pessoal Avatar de BruceDeLarge
    Data de Ingresso
    03/05/12
    Posts
    1.766
    Citação Postado originalmente por Kenta Ver Post
    Concordo que a dublagem tem que seguir fielmente o teor do texto original; se tem palavrão, tem que colocar palavrão na dublagem. Essa atitude de ficar "limpando" os diálogos dublados acaba contribuindo pra deixar o texto traduzido bem menos natural, tem certas coisas que soam completamente falsas porque no vídeo fica claro que a pessoa tá puta da vida, mas solta uma coisa tipo "vai se danar", o que soa completamente irreal (por melhor que o dublador seja), especialmente quando sabemos que ela não diz isso no original. Enfim, isso de ficar deixando a dublagem livre de palavrões é, a meu ver, uma atitude burra. Os filmes que contém palavrão são direcionados a um público que é apto a ouvir palavrões, é tudo uma questão de saber direcionar os conteúdos. E digo isso pra todas as mídias, de cinema à TV aberta.

    Sou fã demais de dublagens super soltas e bem feitas que contém palavrão, tipo Trovão Tropical, Pagando Bem Que Mal Tem, Entre o Céu e o Inferno, Amor e Outras Drogas, etc. Mas claro que precisa rolar a harmonia do filme ser bem escalado e interpretado o que, com sorte, aconteceu na maioria dos casos de filmes com linguagem pesada que eu assisti. Inclusive tenho notado um aumento na quantidade de filmes com palavrões em dublagens atuais, mesmo que algumas não tenham um uso constante; suavizam alguns, mas liberam outros.
    Soa falso sim, mais por que botar ''Vai se danar'' ou ''Vai tomar no ..'' quando simplesmente podem fazer um ''Vai a merda'', como foi o caso do Newton da Matta no filme que eu citei

    Eu já acho que Trovão Tropical poderia ter tido menos palavrões, pois a cada segundo é um palavrão, é assim um dialogo:
    "Essa torre é f.... demais, vao tomar .. .. , eu não vou lá" daí de onde isso é natural?Parece Laranjinha e Acerola, AHH, por favor....

  3. #23
    digite aqui sua mensagem pessoal
    Data de Ingresso
    03/11/11
    Posts
    10
    Também não gosto de palavrões, a versão brasileira das obras não precisa seguir a risca o original, afinal é "versão brasileira". Prefiro que um Vai se F... seja trocado por um vai se ferrar, sempre. Eu não gostei de Superbad - É Hoje exatamente por isso.

  4. #24
    digite aqui sua mensagem pessoal Avatar de BruceDeLarge
    Data de Ingresso
    03/05/12
    Posts
    1.766
    Sinceramente, vocês dizendo que tem que seguir fielmente parece que Dublagem é apenas colocação de voz, e não o que realmente é, que é uma coisa que os profissionais dão tudo de si pra fazer, e bem feito pra agradar todos os fãs!Não é cultura ou naturalismo, é falta de saber adaptar!!!

  5. #25
    digite aqui sua mensagem pessoal Avatar de Kenta
    Data de Ingresso
    03/01/11
    Idade
    29
    Posts
    390
    A questão é que a dublagem é sim uma versão brasileira, pode (e deve, dependendo do caso) adaptar coisas pra se aproximar da linguagem que ouvimos todos os dias ou de termos que conhecemos na nossa cultura, mas existe um texto original, existe um roteiro feito por aqueles que criaram a obra e polido por aqueles que interpretaram a obra. Então a questão é seguir isso. Duvido que o diretor, roteirista e produtor façam um filme preocupados com que ele seja gostosinho de ouvir, sem palavrões e tudo mais quando o teor dele suporta tudo isso, quando a mensagem que eles quer passar comporta tudo isso. Muitos já criticam a dublagem por ser uma deturpação da obra original, se continuar a amenizar o impacto dos diálogos idealizados originalmente, essa deturpação vai ficar ainda mais evidente - e real.

    A questão de gostar ou não de palavrões vai de cada um; da criação, cultura, convívio, ambiente e vários outros fatores, então acredito que não dá pra querer ficar aplicando isso numa obra que foi feita pra todo um público que suporta esse linguajar chulo. Quem não quer ouvir, não assiste. Trovão Tropical é um filme que muitas pessoas não gostam simplesmente pelo conteúdo escrachado; tem violência gráfica, um humor que não considero dos mais digeríveis e essa linguagem informal e pesada. O filme foi feito pra ser assim, a dublagem seguiu e chegamos àquele ótimo resultado final. Agora ficar querendo dizer que toda dublagem que tem muitos palavrões se assemelha a filme brasileiro é uma simples questão de preconceito, já que não somos somente nós brasileiros que colocamos palavrões em nossos filmes, essa censura da dublagem (e das legendas) é uma das grandes culpadas por pensarmos que os filmes estrangeiros têm esse linguajar tão educadinho - mas não têm.

    O lance é que, no fim, por mais que o filme tenha sido idealizado pra ser verbalmente sujo, ouvir isso é do gosto de cada um. E ficar aqui jogando comentários embasados em gosto pessoal simplesmente não vai fazer chegar a uma conclusão. O lance é ter bom senso e ver o que seria ideal, levando em conta a originalidade da obra. E, por fim, muitos dubladores parecem ser dos que são a favor de manter a integridade do palavreado original, isso deixa o trabalho deles bem mais solto e proveitoso artisticamente - trabalho que nós vamos ouvir. Vários já comentaram em entrevistas e tudo mais que terem que dublar um personagem boca suja de forma limpinha é bem ruim, quando se adequar ao clima original do personagem, sem amenizações, seria muito melhor. Pior que até as distribuidoras que permitem palavrões parecem possuir algum puritanismo ainda. Uma pena.

  6. #26
    digite aqui sua mensagem pessoal Avatar de BruceDeLarge
    Data de Ingresso
    03/05/12
    Posts
    1.766
    Citação Postado originalmente por Kenta Ver Post
    A questão é que a dublagem é sim uma versão brasileira, pode (e deve, dependendo do caso) adaptar coisas pra se aproximar da linguagem que ouvimos todos os dias ou de termos que conhecemos na nossa cultura, mas existe um texto original, existe um roteiro feito por aqueles que criaram a obra e polido por aqueles que interpretaram a obra. Então a questão é seguir isso. Duvido que o diretor, roteirista e produtor façam um filme preocupados com que ele seja gostosinho de ouvir, sem palavrões e tudo mais quando o teor dele suporta tudo isso, quando a mensagem que eles quer passar comporta tudo isso. Muitos já criticam a dublagem por ser uma deturpação da obra original, se continuar a amenizar o impacto dos diálogos idealizados originalmente, essa deturpação vai ficar ainda mais evidente - e real.

    A questão de gostar ou não de palavrões vai de cada um; da criação, cultura, convívio, ambiente e vários outros fatores, então acredito que não dá pra querer ficar aplicando isso numa obra que foi feita pra todo um público que suporta esse linguajar chulo. Quem não quer ouvir, não assiste. Trovão Tropical é um filme que muitas pessoas não gostam simplesmente pelo conteúdo escrachado; tem violência gráfica, um humor que não considero dos mais digeríveis e essa linguagem informal e pesada. O filme foi feito pra ser assim, a dublagem seguiu e chegamos àquele ótimo resultado final. Agora ficar querendo dizer que toda dublagem que tem muitos palavrões se assemelha a filme brasileiro é uma simples questão de preconceito, já que não somos somente nós brasileiros que colocamos palavrões em nossos filmes, essa censura da dublagem (e das legendas) é uma das grandes culpadas por pensarmos que os filmes estrangeiros têm esse linguajar tão educadinho - mas não têm.

    O lance é que, no fim, por mais que o filme tenha sido idealizado pra ser verbalmente sujo, ouvir isso é do gosto de cada um. E ficar aqui jogando comentários embasados em gosto pessoal simplesmente não vai fazer chegar a uma conclusão. O lance é ter bom senso e ver o que seria ideal, levando em conta a originalidade da obra. E, por fim, muitos dubladores parecem ser dos que são a favor de manter a integridade do palavreado original, isso deixa o trabalho deles bem mais solto e proveitoso artisticamente - trabalho que nós vamos ouvir. Vários já comentaram em entrevistas e tudo mais que terem que dublar um personagem boca suja de forma limpinha é bem ruim, quando se adequar ao clima original do personagem, sem amenizações, seria muito melhor. Pior que até as distribuidoras que permitem palavrões parecem possuir algum puritanismo ainda. Uma pena.
    Desculpe, mais não é preconceito dizer que dublagem com palavrão é parecida com filmes brasileiros...mais é ignorancia dizer que não são identicos

    concordo contigo, discutir sobre gosto é o mesmo que nada, tem que respeitar os gostos...

  7. #27
    digite aqui sua mensagem pessoal
    Data de Ingresso
    14/07/12
    Idade
    39
    Posts
    514
    Dublagem não é só colocação de voz e não é o que estamos dizendo aqui quando defendemos a manutenção do teor da obra, também, na dublagem. E esse é um dos argumentos dos detratores da dublagem: Que a tal "adaptação" descaracteriza a obra quando substitui uma linguagem mais pesada (presente no original) por uma versão "vamos passar na Sessão da Tarde". E aposto que nenhum dublador prefere essa censura.

    Dublagem é a adaptação para o nosso idioma, com todas as interpretações mantidas, da obra original estrangeira. Nesse caso, na minha visão, trocar um "vai tomar no c*" por um "dane-se" é tirar o peso da interpretação do personagem presente no original pra deixá-lo mais "maneirinho". Não concordo, pra mim isso é descaracterizar o personagem e a obra e a função da dublagem não pode ser essa! Essa é a minha humilde opinião.

  8. #28
    digite aqui sua mensagem pessoal Avatar de BruceDeLarge
    Data de Ingresso
    03/05/12
    Posts
    1.766
    Citação Postado originalmente por Heitor Romeu Ver Post
    Dublagem não é só colocação de voz e não é o que estamos dizendo aqui quando defendemos a manutenção do teor da obra, também, na dublagem. E esse é um dos argumentos dos detratores da dublagem: Que a tal "adaptação" descaracteriza a obra quando substitui uma linguagem mais pesada (presente no original) por uma versão "vamos passar na Sessão da Tarde". E aposto que nenhum dublador prefere essa censura.

    Dublagem é a adaptação para o nosso idioma, com todas as interpretações mantidas, da obra original estrangeira. Nesse caso, na minha visão, trocar um "vai tomar no c*" por um "dane-se" é tirar o peso da interpretação do personagem presente no original pra deixá-lo mais "maneirinho". Não concordo, pra mim isso é descaracterizar o personagem e a obra e a função da dublagem não pode ser essa! Essa é a minha humilde opinião.
    Como o Kenta disse, é coisa nossa, pois eu não consigo assistir um filme vasto de palavrões confortavel, mais enfim , é questão de gosto!

  9. #29
    digite aqui sua mensagem pessoal
    Data de Ingresso
    06/06/13
    Posts
    120
    Citação Postado originalmente por GogetaReborn Ver Post
    Como o Kenta disse, é coisa nossa, pois eu não consigo assistir um filme vasto de palavrões confortavel, mais enfim , é questão de gosto!
    a minha opnião é de que si a obra é imoral,ela tem que ser imoral mesmo,si não vc distorce a obra,acho engraçado é que na dublagem vti do maskara,o marco ribeiro solta um bosta.

  10. #30
    digite aqui sua mensagem pessoal Avatar de BruceDeLarge
    Data de Ingresso
    03/05/12
    Posts
    1.766
    Citação Postado originalmente por MAGA Ver Post
    a minha opnião é de que si a obra é imoral,ela tem que ser imoral mesmo,si não vc distorce a obra,acho engraçado é que na dublagem vti do maskara,o marco ribeiro solta um bosta.
    Malz, mas nem pro Ned Flander isso é palavrão.
    IDENTIFICAÇÕES

    Facebook: Bruce Dubber
    Fóruns CH, Dublanet: Gogetareborn
    Youtube: Bruce Urameshi

Página 3 de 17 PrimeiroPrimeiro 1234513 ... ÚltimoÚltimo

Tópicos Similares

  1. Voando Alto (View From the Top)
    Por Reinaldo no fórum Dublapédia :: Filmes
    Respostas: 1
    Último Post: 11/12/16, 03:07
  2. Palavrões (Bad Words)
    Por Thiago. no fórum Dublapédia :: Filmes
    Respostas: 0
    Último Post: 31/01/16, 14:02
  3. Férias em Alto Astral (Camp Nowhere)
    Por Reinaldo no fórum Dublapédia :: Filmes
    Respostas: 2
    Último Post: 30/05/15, 16:00
  4. Guerra S.A. Faturando Alto (War Inc)
    Por Danilo Powers no fórum Dublapédia :: Filmes
    Respostas: 0
    Último Post: 05/10/12, 01:38
  5. Sonhando Alto (Flying By)
    Por Reinaldo no fórum Dublapédia :: Filmes
    Respostas: 0
    Último Post: 01/07/12, 22:19

Permissões de Postagem

  • Você não pode iniciar novos tópicos
  • Você não pode enviar respostas
  • Você não pode enviar anexos
  • Você não pode editar suas mensagens
  •